colunas

Tras las huellas de una leyenda
por Cristian Rey

Seguindo os traços de uma lenda:
Santa Zulema Huila era um garanhão que deixou a marca de ser uma lenda. Ele não precisava ser um Campeão Rodeo para fazê-lo. Ele era um bom rapaz, com clase e lindas decorações. Seu criador era Don Raul Fernandez del Rio. Mas por razões de vida ele teve que se instalar na Argentina com o qual ele entregou a quem fosse seu arranjador e a primeira pessoa a dirigi-lo, Gustavo "Tavín Rey". para ser vendido, funcionou o ano de 1970. O preço pago foi de US $ 120 mil, preço recorde até hoje. Uma vez que a venda de Tavín foi consumada, partiu para a Argentina para tomar como reconhecimento a sua metade dessa soma.
Ele era um garanhão de boa descendência no Chile, sendo seu filho mais proeminente, El Tira. Mas também vale a pena mencionar Tranco Largo, Pipiolo, Huicaco, Huaino, Ñachi, Lolita, Alitranca, Indiana II. Mas seu traço não é apenas deixado no Chile. Eduardo Ballester sempre foi um inovador, então levou para o seu time San Baldomero Sidra e recebeu um presente para La Amanecida Chicha Baya de Francisco Rey. Ela é uma muito boa de função no Chile, neta da Huila. Da Cidra vieram ótimos produtos como Chispero e Chispazo ambos exportados. Buenaventura, Boa Esperança, Tararira, Jalisco, Natal. Enquanto isso, Chicha Baya Pulga Brava, Chicha Pareja e Catalejo surgiram.
É preciso também mencionar Chiquito, que hoje se reproduz de forma excelente com várias filhas premiadas em morfologia, FZB e rodeios.
Mas o legado continuou cruzando as fronteiras e chegou ao Brasil onde uma filha da Huila era o Brake of Gold, Desvassa de Santa Angélica. Mas seu legado era principalmente em um dos grandes criadores daquele país, Menino de Santa Angélica, sendo neto pela linha materna.
Pode ser um pai ou um avô mais da árvore genética que compartilhamos na América do Sul. Mas a impressão em seus filhos e netos permanece. Cavalos com um instinto vaqueiro que despertam de momento para momento e tornam-se letais. Então ele era, até certo ponto, seu trabalho parecia ser um garanhão de boas condições, até que ele explodisse.

Fotos: Arquivos de Cristian Rey



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!

Sem Artigos do Campo no momento