colunas

O RODEO CHILENO
por Arturo Montory Gajardo

Data: sexta, 9 de agosto de 2019 - Hora: 17:55

Seu constante crescimento.

No ano 1860 é considerado como o inicio do Rodeo Chileno como Esporte, transformando e adaptando uma faena dos rodeos anuais nas fazendas da época, perto a Santiago, nos quais se utilizava os "corrales de aparte", todos eles construidos de pirca de pedra.

Nessa faena se atalhavam os animais apegados a pirca em línea reta, como diversão dos huasos, o que era muito brutal, especialmente para os ginetes, mas para esse processo de "atalhar" se construi um corral central redondo que se construi na meia-lua, que se divide em apiñadero e cancha, agora com cerco semi-circular, mas em principio (1860 a 1920) faziam de cerco huasos e seus cavalos e se colocaram dois quinchas na metade do círculo, com o fim de fazer as três "atalhadas", senhalizadas por uma bandeira de entrada e saída, assim foi sempre, quatro carreiras com uma carreira de entrega, agora suprimida, são somente três carreiras e logo da terceira atalhada o novilho se vai com "porta".

Nesses primeiros anos o público se parava a olhar subido de "carretas" colocadas por trás das pircas, e de huasos montados a cavalo em alguma altura perto, não tinha jurados, ganhava o que era mais aplaudido pelo publico, ou seja, o mais valente o dentro da meialua.
"Cantoras com guitarras" sentadas encima de carretas, barriles de chicha doce, pipas de vinho, cordeiros assados por doquier, o que resultava um conjunto de incentivos e elementos aptos para as reyertas e peleias varias, pelo qual o rodeio era resistido nas altas esferas sociais, e foi necessário reglamenta-lo muito duramente, mais subsistiu.

Sem duvidas a antiga fazenda Aculeo foi a cuna do huaserío e suas tradições mais autóctonas, ali tinha de tudo, artesanais chamanteras, amansadores, arregladores, ginetes, presentadores de cavalos , montureros, freneros, em fim, um mundo completo, e se aperfeiçoar no rodeio, as atalhadas se confeccionaram construindo com ramas, mais blandas, a pista se começou a fazer de "durmientes" inclinados é assim se foi massificando um rodeio mais ordenado.
No verão de 1911 se efetuou o "Rodeo de todo los Tiempos" na cidade de Victoria, e vieram colleras desde Santiago a Temuco, considerado na sua época um verdadeiro campeonato nacional.

Integraram umas colleras participantes: Tobías Labbé y Miguel Letelier E., grandes criadores e ademais atuaram os mais grandes ginetes desse tempo. Tobías Labbé reproduzo o Fundador de Familia Gacho e Miguel Letelier o Fundador da familia Angamos, sua collera era dessa genética.

Em 1925 se inicia a Semana do Cavalo Chileno em Chillán, que culminava com o rodeio, que se constituiu em um hito do país, Rodeios famosos também os efetuados em cidadãos em cidades capitais de provincia e povos: Concepción, Talca, Curicó, Rancagua, Pila del Ganso (bairro de Santiago), Parque Cousiño (bairro de Santiago), Barrancas (bairro de Santiago), Puente Alto, Valparaíso, Ovalle, Quillota, Los Andes, Maipú e alguns mais.

Em 1936 se inicia o que sería um legendario, o famoso rodeio da Quinta Normal em Matucana, (no centro de Santiago) o equivalente de um Campeonato Nacional.
Época de grandes criadores e ginetes legendarios: Edmundo Moller B., Pedro Juan Espinoza, Julio y Ricardo de la Fuente, Rene Urzua, Segundo Zúñiga; criaderos Curiche, Idahue, Las Camelias, Aculeo, Las Mercedes.

Em 1944 nasce a que sería a "Asociación de Criadores de Caballares", um departamento da Sociedade Nacional de Agricultura e já em 1946 toma forma oficial, e se inicia etapa com reglamentos e ordem dentro do rodeio.
Em abril de 1949 se efetua o primeiro Campeonato Nacional do Rodeo Chileno, na medialuna de Rancagua, e assim acontecem até 1961 em que nace a Federação do Rodeo Chileno, já estabelecido como esporte nacional.
Tem sido seus titulares nos primeiros anos Alberto Echenique Domínguez, Juan Luis Urrutia, Guillermo Aguirre, Fernando Hurtado, Gonzalo Pérez Llona, Jorge Lasserre L., Gonzalo Vial V.

Épocas álgidas, mas superadas foram em 1955 quando se proibiu correr em cavalos "não inscritos", a fins do 1960 pela desordenada conduta de alguns corredores nas medialunas, logo a raíz disso surgiu a comissão de disciplina e colocou ordem, passo a passo se foram superando diversas etapas.
Se comprou a primeira oficina no centro de Santiago, se efetuaram cursos de jurados, se comprou o fundo em Valdivia e os novilhos, se construiu a grandiosa medialuna de Rancagua.

De 25 Rodeios oficiais nas temporadas iniciais, já vão mais de 600 nas presentes, a organização tem evolucionado una enormidade, incorporando tecnologia de punta em seus processos, os Rodeios finais de cada temporada tem se convertido em eventos grandíssimos, de grande poder publicitário, construções magnificas, ordenados, seguros, dirigidas em forma brilhante, e com grande assistência de público em suas arquibancadas e espaços cheios de artesãos.

Tem se formado uma Confederação de Federações do Rodeio Chileno.
En tempos passados Chile era um país agrícola-ganadero, hoje industrial e frutícola, ademais de una inmensa superfície plantada de bosques de pino e eucaliptos, por tanto, fazer rodeios agora constituem em grande dificuldade logística, e ainda frente a todos esos "escollos", o rodeo cresce y cresce, increíble mulheres, niños, jovens, incorporados de cheio a este Nacional Deporte, absolutamente transversal, com chegada a todas as esferas sociais, económicas y culturais.

Sem duvida o rodeio é um fenómeno cultural do pais, que, pesse a este mundo globalizado, não somente se mantém, se não que cresce e cresce.
Janeiro, fevereiro, março e abril, muitas finais, momentos plenos de emoção, frustrações, alegrias, penas, sonhos incumplidos e sonhos venideros, a próxima temporada começamos todo de novo.

Em 2020 se cumprem seus 160 de existência, deveria ser um ano de celebrações, lembranças, em que a "Cultura Huasa" marque presencia plena em grandes cidades do país.

Asisstiu a recente Feria de Rural em Palermo uma comitiva de diretores e dirigentes de Associações da agora chamada "Federação Esportiva do Rodeo Chileno", e tomaram contato com autoridades argentinas da Rural e Criadores, para estabelecer relações e aprender de sua experiência de 150 anos em efetuar grandes eventos, porque o recinto da medialuna de Rancagua vai se remodelar e se transformara em um lugar de espetáculos nacionais e para isso buscaram asesoría.



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!