Notícias

Como lidar com diferentes tipos de cavalos

Data: quinta, 4 de abril de 2019 - Hora: 09:10

Um indivíduo, seja ele humano ou equino, é sempre diferente do outro
Participei de um congresso voltado à administração de empresas, liderança organização de empresas. Em uma das palestras do evento o palestrante falava sobre como lidar com diferentes tipos de colaboradores, de pessoas em geral com quem nos relacionamos na empresa.

Dizia ele que para cada pessoa devemos ter uma posição, uma maneira, uma forma de expressar o que queremos ou que é necessário que seja feito. Existem formas e formas, comentou.

Para exemplificar mais ainda o que ele queria dizer, deu o exemplo de uma caixa de elásticos. Um fabricante de elásticos coloca 1000 elásticos em cada caixa que fabrica. Os elásticos são iguais, todos do mesmo tamanho, todos do mesmo padrão.

Porém, quando abrimos a caixa para usar os elásticos, vemos que alguns têm mais resistência que outros, mais ou menos elasticidade, alguns mais firmes outros não. Todos são elásticos e todos estão aptos a serem utilizados. Porém, cada um deles tem uma característica e deve ser utilizado de acordo com estas características. Para cada situação uma forma ou uma escolha de como usar.

Olhando aquilo tudo, pensei nos cavalos. Recebemos cavalos diferentes a toda hora. Todos são cavalos, todos comem, todos têm as características de cavalos. Mas, ao mesmo tempo, cada um deles tem sua característica, seu jeito, seu modo de operar sua vida.

E nós treinadores devemos saber nos adaptar a cada cavalo que montamos, mesmo sabendo que todos são cavalos. Existem cavalos que demoram mais para ficarem prontos, existem cavalos que são mais precoces, existem cavalos mais tensos, mais calmos, mais delicados ou mais rústicos.

São diferenças que se não forem respeitadas fazem com que o treinador, no final das contas, perca tempo e trabalho. Ao mesmo tempo, ter a habilidade de saber sentir cada cavalo é algo que vem de duas maneiras: montar muito cavalos e manter-se sempre atualizado, trocando informações e buscando sempre melhores condições de trabalho através do conhecimento.

Converso com muitos profissionais e muitos amadores. Vejo que ainda temos profissionais que não individualizam, não customizam o trabalho do cavalo. E vejo também que existem amadores que não aproveitam tudo o que o cavalo tem para lhe oferecer.

Isto porque não consideram certas particularidades dos cavalos que montam e com isso deixam de curtir e muitas vezes até de montar seus cavalos.

Lembre-se sempre que para cada cavalo existe uma forma, um jeito, uma maneira de se montar, treinar e executar as coisas. São como os elásticos da caixa. Todos iguais mas tão diferentes…

Fonte: Cavalus
Por Aluísio Marins
Médico Veterinário e reitor da UC, instruindo cavaleiros a mais de 20 anos



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!