Notícias

Censo aponta redução de propriedades rurais no Rio Grande do Sul

Data: segunda, 29 de janeiro de 2018 - Hora: 16:26


Encaminhando-se para o fim da coleta de dados, que deve terminar em fevereiro, o Censo Agropecuário no Rio Grande do Sul terá seus primeiros resultados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a partir de março. Mas, antes mesmo do encerramento do processo, algumas conclusões já podem ser antecipadas, como a redução no número de empreendimentos rurais no Estado. Isso porque houve mudança na metodologia de classificação, aliada ao envelhecimento dos moradores do campo e à migração dos mais jovens para áreas urbanas.

O coordenador operacional do Censo Agropecuário no Rio Grande do Sul, Luís Eduardo Puchalski, explica que, em 2006, ano do última coleta de dados do setor, áreas que ficassem em regiões diferentes de um mesmo município, embora pertencendo ao mesmo proprietário eram consideradas empreendimentos diferentes, agora são considerados um só. Ao longo de uma década, explica Puchalski, muitos agricultores também deixaram de produzir com foco na venda, passando a se concentrar em plantio e criação de animais apenas para consumo próprio, e começaram a ter a renda baseada na aposentadoria.

Leia a notícia na íntegra no site do Jornal do Comércio

Fonte: Jornal do Comércio



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!