colunas

A contribuição Chilena...
por Assis Carvalho

Data: quinta, 30 de novembro de 2017 - Hora: 09:58

A contribuição Chilena no mundo dos cavalos

Querendo ou não, inquieta-se inescondível a supremacia chilena em matéria de cavalo crioulo e o passo adiante à unidade é reconhecer isso. Embora a idêntica origem, ambas remontando à época dos descobridores, a sistematização dos registros aqui se deu na década de 30 e os chilenos alcançaram esse status no século passado. Sabe-se que o primeiro exemplar com registro no Chile nasceu em 1835. Do lado de lá das cordilheiras, a cavalhada litigia em prova consolidada no tempo e, embora aparentemente menos complexa, exige graus de dificuldade, força, explosão e sintonia. Ao exame da genética, nem se faz necessário citar a importante contribuição à criação brasileira, decisiva à constituição do atual cavalo. Ninguém ignora que as cabanhas locais mais vitoriosas usaram abertamente cavalos importados depois de assumirem ações de vanguarda no intercâmbio com os criatórios do Chile. E vou mais além: do ponto de vista cultural, os autores chilenos subscrevem as três grandes obras sobre cavalo crioulo no mundo. A mais completa, autorizada e com ampla oferta de dados científicos se trata de REPRODUCTORES DE PURA RAZA CHILENA, de Arturo Montory Gajardo. O estudo do mestre Arturo é algo sem precedente mundo afora e incomparável. Depois, cito EL CABALLO CHILENO EM SIGLO XX, de Alberto Araya Gomez, de 1989, e EL CABALLO CHILENO, de Uldaricio Prado Prieto, de 1914, ambas com bastantes referências históricas. Então, diante de tamanho aporte chileno em todos os aspectos, são absolutamente arrazoadas as ponderações daqueles que defendem – como eu defendo - reexame da questão suspensória do Chile perante à FICCC. É mesmo chegada hora de restauração da unidade e boa medida para tal fim talvez fosse a formação de comissão de estudo da matéria, composta por intelectuais do mundo do cavalo e livres de qualquer preconceito ou questão nacionalista. Sem que se entenda como ofensa, deixar o Chile de fora transparece boicote e ao embargo ninguém aproveita.

Foto: arquivos



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!