colunas

Lida do campo
por Oswaldo Dornelles Pons.

Iniciando esse comentário, quero aqui homenagear ao meu amigo Lito Sarmento que com domínio absoluto da lida de campo usou a seguinte frase:
Devagar para andar ligeiro...
Quando o ouvi dizer, meu soou muito bem nos ouvidos, pois é a mais verdadeira expressão campeira que ouvi...
Hoje vemos cenas terríveis em nome de campeiragens que dá vontade de fechar os olhos...
Por exemplo, numa parada de rodeio de gado de cria, a maioria dos peões de hoje, não tem noção de como fazer um fiador corretamente, virando a cabeça do cavalo sempre por fora e não para os dois lados como fazem... jamais deixarem os cachorros latirem nesta lida, pois cada latida é uma vaca que vira para trás em proteção a sua cria, e em vez de andarem querem voltar...
O peão ponteiro, em vez de limpar a frente do gado, fica a dedilhar deu celular e por fim os culatreiros, ficam olhado para as orelhas do cavalo em vez de irem atentos ao gado, este tem o dever de também ir reparando os animais que vêm culatrando, se é no inverno estão necessitando um manejo adequado não só de medicação mas a mudança para um potreiro de aveia ou acevem...
Se for no verão observar que certamente estão com tristeza.

Oswaldo Pons.



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!