Notícias

China reduz estimativa para importação de soja na temporada 2018/19

Data: quinta, 12 de julho de 2018 - Hora: 11:41

"Estou em Bruxelas, mas sempre pensando em nossos produtores rurais. A soja caiu 50% desde 2012 até agora, quando fui eleito. Os produtores têm a pior renda em 15 anos. As tarifas e barreiras de outros países estão destruindo nossos negócios. Vou abrir as coisas, deixá-las melhores do que nunca, mas não pode ser muito rápido. Estou lutando por um melhor nível de jogo para nossos agricultores e vou vencer". Essas são as palavras do presidente Donald Trump, via Twitter, nesta quarta-feira (11) mostrando sua preocupação

Enquanto isso, a China anuncia, também nesta quinta, sua previsão das importações de soja para o ano comercial 2018/19 - que começa em 1º de outubro - para 93,85 milhões de toneladas. Ao ser confirmado, esse número será de 1,8 milhão de toneladas - ou 2% - menor do que a estimativa anterior do Minitério da Agricultura do país asiático. Haverá também uma baixa em relação à atual temporada, onde as importações estão estimadas pelo órgão em 95,97 milhões de toneladas.

Ainda de acordo com o boletim reportado pelo ministério chinês, as tarifas sobre a soja importada dos EUA, em retaliação às tarifas colocadas pelos americanos em produtos da China, deverão promover uma "inflação" dos preços da oleaginosa, além de provocar a necessidade dos processadores de buscarem outras alternativas para sua fonte de proteína.

O relatório mostrou ainda que a demanda por farelo de soja, por exemplo, já foi afetada com perdas na suinocultura, que é seu maior demandador.

Todo esse movimento já levou os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago a registrarem suas mínimas em 10 anos. E as contas deste impacto têm sido feitas por produtores de todo o país, os quais Trump tem tentado proteger, com medidas que possam mitigar oes efeitos dessa taxação.

"A matemática é simples. Você taxa a soja em 25% e então terá danos muito severos sobre os produtores norte-americanos", diz John Heisdorffer, um sojicultor de Iowa, ao portal internacional CNN Money.


Fonte: Notícias Agrícolas



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!