criadores

Clone de égua ainda em gestação é vendido por R$ 478 mil

Data: quinta, 17 de maio de 2018 - Hora: 09:53

Animal está numa barriga de aluguel e vai nascer no ano que vem; confira como funciona a clonagem de cavalos

A clonagem de cavalos pode até não ser novidade, mas o leilão de um clone ainda em gestação desperta muita atenção e interesse. Enquanto no Brasil a reprodução assistida para humanos com uso de barriga de aluguel ainda é controversa e não praticada, no mundo da criação de cavalos de raça a tecnologia é até um pouco comum e vale muito dinheiro. No Haras Tarlim, em Jaguariúna, interior de São Paulo, o clone de uma das éguas mais premiadas da raça manga-larga, o de Platina RB, foi arrematado, ainda em gestação em uma fêmea "barriga de aluguel", por R$ 478.400. Quem comprou Emiliano Abraão Sampaio Novais é de Botucatu, no interior paulista.

O leilão de um clone ainda no ventre da "barriga de aluguel" é um negócio promissor e o investimento vale a pena, de acordo com Fernando Tardioli, proprietário do Haras Tarlim e promotor do pregão. "O comprador pagou quase R$ 500 mil por um clone que vai nascer daqui a um ano e poderá ser utilizado na reprodução somente dentro de dois a três anos. É um investimento de longo prazo, mas é um bom negócio", afirma. Segundo ele, a tecnologia permite que cavalos de qualidade comprovada continuem transmitindo suas características e aprimorando outros plantéis. Há casos de garanhões e éguas que fizeram história na seleção de manga larga, morreram e sua influência continua.


Foto: Clone é da égua Platina, que não tem valor de mercado. Filha desse animal teve 50% de seu uso vendido por R$ 1,3 milhão.

Fonte: Globo Rural



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!